Publicado por: sidnei walter john | 8 de novembro de 2016

EVANGELHO DO DIA 10 DE NOVEMBRO QUINTA FEIRA


10 novembro – Devemos banir para longe de nós tudo o que pode perturbar a nossa paz. (S 197). São Jose Marello

10-nov-lucas-17-20-25Leitura do santo Evangelho segundo São Lucas 17,20-25

 Os fariseus perguntaram a Jesus sobre o momento em que chegaria o Reino de Deus. Ele respondeu: “O Reino de Deus não vem ostensivamente. Nem se poderá dizer: ‘Está aqui’, ou: ‘Está ali’, pois o Reino de Deus está no meio de vós”. E ele disse aos discípulos: “Dias virão em que desejareis ver um só dia do Filho do Homem e não podereis ver. Dirão: ‘Ele está aqui’ ou: ‘Ele está ali’. Não deveis ir, nem correr atrás. Pois como o relâmpago de repente brilha de um lado do céu até o outro, assim também será o Filho do Homem, no seu dia. Antes, porém, ele deverá sofrer muito e ser rejeitado por esta geração.”
– Aí o patrão respondeu: “Então vá pelas estradas e pelos caminhos e obrigue os que você encontrar ali a virem, a fim de que a minha casa fique cheia. Pois eu afirmo a vocês que nenhum dos que foram convidados provará o meu jantar!”
  

1º Meditação:

É inútil procurar sinais misteriosos da vinda do Reino. Ele já está presente em qualquer lugar onde a ação de Jesus é continuada.

O Evangelho de hoje é riquíssimo! Cada versículo daria para fazer uma profunda reflexão, com muitas ramificações, para tocar em vários pontos práticos da nossa vida e fazer-nos perceber a sutileza do Amor de Deus…

Jesus veio nos mostrar claramente que o Seu reino já está acontecendo dentro de cada homem, de cada mulher que acolhem de coração a sabedoria de Deus.

Nunca poderemos esquecer que o reino de Deus não está na pregação das pessoas ou nas coisas que se sucedem extraordinariamente e, por isso, nos chamam a atenção, mas sim, dentro do nosso coração.

Muitas vezes, nós esperamos que algo de mágico possa ocorrer na nossa vida e perdemos a valiosa chance de experimentarmos a presença constante do reino nas coisas mais simples.

O reino de Deus consiste em ter o próprio Jesus como nosso Rei, sendo o Mestre das nossas ações e luz para os nossos pensamentos.

O reino dos céus tem como características a alegria, a paz, a bondade, a felicidade, o amor, a entrega, a renúncia, a partilha e muitas outras percepções que nos levam a viver numa situação de súditos de um Rei de Amor.

Jesus continua vivo, no meio de nós e o Seu Espírito Santo habita no mais profundo do nosso ser nos fazendo ter comunhão íntima com o Pai e o Filho.

Quando disserem: “alguém está fazendo milagres, corramos”, não se apresse, pois esse milagre pode estar acontecendo também na sua vida, dentro de você.

Jesus está com você para renovar o seu coração, dar à sua vida um novo sentido e levar você a viver uma conversão verdadeira transformando os seus valores humanos em riquezas evangélicas.

Se não conseguirmos “ver” Jesus dentro de nós, fora de nós é que nunca o perceberemos, pois Ele é espírito e o mundo espiritual nós só o vislumbramos quando mergulhamos dentro de nós mesmos (as).

No mundo, através das pessoas, nós só podemos perceber os sinais e acenos de Deus como mensagem para o nosso crescimento espiritual e humano a fim de que cada vez mais fiquemos convencidos da Sua presença no nosso coração.

Portanto, o Reino de Deus é um estado de espírito que há de ser vivenciado pelo homem desde já, agora, e vai com ele até a vida eterna.

Você agora entende onde está o reino de Deus? Como Ele tem acontecido em você? Você é daquelas pessoas que correm quando ouvem falar que alguém está fazendo milagres?Você tem percebido os milagres que acontecem dentro de você? Você nota alguma mudança nos seus valores e na maneira de ver as coisas e as pessoas? Você vive submisso (a) ao reino de Deus ou ao reino do mundo? Você já se deu conta que esse mesmo mundo em que vivemos, que pode ser tão cruel, também pode ser uma extensão do Paraíso?

Cada vez que agimos com bondade, caridade, paciência, alegria, ânimo, fé, amor… estamos construindo o Reino de Deus aqui na Terra!

O Reino de Deus não está em grandes coisas, mas nas pequenas coisas, nos gestos simples do dia-a-dia, que quase ninguém se dá conta… ali está Jesus…

O próprio Jesus conclui assim: “Dirão: ‘Ele está aqui’ ou: ‘Ele está ali’. Não deveis ir, nem correr atrás. (…).

Não precisa correr atrás, basta procurá-lo dentro de você mesmo. E é aí onde deve começar o Reino de Deus: dentro do seu coração.

Quando virá o Reino de Deus? Agora é você quem precisa responder essa pergunta a cada dia, em cada situação… Pode ser hoje?

1º Reflexão Apostólica:

Será que o “apóstolo” da TV já leu esse Evangelho? Vamos, então, para o que é sério.

Ontem divagávamos sobre a onisciência de Deus sobre nossos VERDADEIROS problemas e aflições, mas há ainda aqueles que imaginam como um Deus tão grande e solicitado saberia da vida de alguém tão simples como cada um de nós?

Muitas pessoas, em virtude da baixa alta estima, dos sofrimentos, das privações, (…) acabam se desmerecendo ao pondo de segregar de si o próprio Amor de Deus.

São pessoas, irmãos e irmãs, que nos cercam ou partilham de lugares em comum a nós (trabalho, colégio, faculdade e até mesmo na igreja), que se acham alheios ou esquecidos da graça de Deus em virtude de situações, má sorte, contratempos, (…). Não sabem elas que o reino de Deus esta tão perto…

A Caixa Econômica repassa anualmente milhões e milhões de Reais de prêmios não resgatados de suas loterias. Muita gente esquece ou deixa de conferir o resultado de sua aposta e acaba fazendo a Caixa Econômica destinar, para outros fins, os prêmios não resgatados.

De certa forma, nós também, ao não reconhecermos ou “conferirmos” a “aposta” de Deus em nossa vida. Acabamos esquecendo o valor creditado em nossa conta pessoal.

Deus faz uma aposta todos os dias em nossa vida e ela é sempre vencedora, no entanto nem sempre estamos abertos a nos apropriar dela para nós.

Deixamos de ver a BELEZA do amanhecer, enquanto fazemos nossa caminhada, pensando nos problemas do trabalho e da casa.

Deixamos de RECEBER AS BÊNÇÃOS dos nossos pais, ou de ABENÇOAR os nossos filhos, pois estamos SEMPRE atrasados para alguma coisa.

Não recebemos o AFETO FRATERNO de nossos filhos, pois achamos muito importante o que esta passando na TV (…).

Importante: A religião não é e nem pode ser fuga dos problemas ou da realidade, mas algo que nos ajuda a engrossar a massa do nosso alicerce. Ok?

Renato Russo deixou algumas canções tão profundas no ponto de vista emocional e de auto-reflexão (Monte Castelo, Pais e filhos,…) mas uma delas em especial vem ao pensamento nesta reflexão: “O Mundo anda tão complicado”.

Talvez as pessoas mais novas não a conheçam, mas nada que as rádios online não possam matar a curiosidade desse público tão conectado.

No final da canção ele diz: “(…) Quero ouvir uma canção de amor, que fale da minha situação. De quem deixou a segurança de seu mundo por amor”.

Talvez seja isso que sonhamos ou imaginamos. Queremos, às vezes sem saber, ouvir uma canção de Amor (uma palavra amiga, um CONSOLO, uma orientação, uma direção), que fale da nossa situação, do que vivemos, do que temos passado, (…), mas não percebemos que alguém já havia deixado o conforto e a segurança do Seu mundo ao lado do Pai para nos embalar numa nova esperança, num novo sonho (…).

Trocamos sinais tão claros da presença de Deus em nossa casa, em nosso trabalho, em nossa vida por coisas que passarão.

Desconhecemos esse habitar silencioso de Deus dentro de nós a nos orientar o que fazer ou como nos portar.

Deixamos de ver a FORTALEZA e a SABEDORIA que surgem nos momentos de aflição.A FÉ passa despercebida quando tudo parece dar errado. Não nos PERDOAMOS por coisas do passado. Falta-nos o ENTENDIMENTO de como voltar a caminhar, a sorrir, a vencer…

O primeiro passo é estar mais atento a essa canção que é sussurrada em nosso peito, porquanto, ela é uma canção sentida e não ouvida. Uma canção que diz o valor que temos e de tudo de belo que foi feito por nós.

Cada um que já conheceu o Amor de Deus e TEMEM a ELE, devem se empenhar ainda mais para que outros possam ter a oportunidade de ouvi-LO.

Não somos nós que falaremos, cantaremos, sussurraremos, mas a vibração do Reino que já vive no coração de cada um que reconhece Senhorio de Jesus.

Repita e reflita em sua oração de hoje: “Sou amado (a) por Deus e Ele me quer feliz!”

Propósito:

 Pai, abre meus olhos para que eu possa perceber, na pessoa e no ministério de Jesus, a presença de teu Reino na nossa História. E, reconhecendo-o, eu me deixe guiar por Ele.


Categorias

%d blogueiros gostam disto: