Publicado por: sidnei walter john | 20 de setembro de 2016

Evangelho do dia 22 de setembro quinta feira


22 setembro – Para praticar o bem, as próprias paixões ajudam: ajudam quando não tomam o predomínio e se deixam guiar pela razão, a cujo serviço as devemos submeter com a graça de Deus. (L 207). São Jose Marello

22-set-lucas-9-7-9Leitura do santo Evangelho segundo São Lucas 9,7-9

Herodes, o governador da Galiléia, ouviu falar de tudo o que estava acontecendo e ficou sem saber o que pensar. Pois alguns diziam que João Batista tinha sido ressuscitado, outros diziam que Elias tinha aparecido, e outros ainda que um dos antigos profetas havia ressuscitado. Mas Herodes disse:
– Eu mesmo mandei cortar a cabeça de João. Quem será então esse homem de quem ouço falar essas coisas?
E Herodes procurava ver Jesus.
  


Meditação:

O evangelista Lucas narra esta interrogação de Herodes sobre Jesus por ocasião do envio dos Doze em missão pela Galiléia, território não muito extenso, que estava sob sua jurisdição. Recebendo notícias da crescente atividade de Jesus e seus discípulos, Herodes alarma-se, parecendo-lhe que se repetia a mesma agitação ocorrida com João Batista.  E por isso procura ver e saber quem é este homem de quem se ouve falar tanto.

Herodes estava ciente de que mandara degolar João Batista para ver-se livre da acusação que lhe pesava em vista da sua situação de adultério. Porém, o que Herodes não sabia era que João Batista havia sido apenas o precursor do Messias e que o verdadeiro Salvador estava vivo e sendo interrogado e acusado pelos prodígios que realizava. Por isso, “Herodes procurava ver Jesus” e se questionava sobre a Sua verdadeira identidade.

A pessoa de Jesus continua a ser questionada por aqueles(as) que ainda não tiveram com Ele uma experiência de salvação. Muitos também, hoje, O buscam, mas não têm consciência de que e porque O procuram!

Escrevem sobre Jesus sem tê-Lo conhecido e fazem suposições sobre a Sua pessoa levando muitos outros a acreditarem nas suas falsas conjecturas.

Jesus é o protótipo do homem vindo do céu, é o modelo que todo filho e filha de Deus precisam seguir para serem reconhecidos pelo Pai. Para que nós tenhamos convicção sobre quem é Jesus e qual o Seu verdadeiro papel na nossa vida nós precisamos conhecê-Lo através da Palavra, ter intimidade com Ele na oração, na adoração, na Eucaristia.

Neste mundo, o Senhor só é visto quando as pessoas querem vê-lo. Não há de que nos espantarmos. Mesmo na Ressurreição, só foi dado ver Deus aos que tinham o coração puro: “Bem-aventurados os corações puros, porque verão a Deus” (Mt 5,8).

Quantos bem-aventurados não tinha Jesus enumerado já e, contudo, não lhes tinha prometido esta possibilidade de verem Deus. Se, portanto, aqueles que têm o coração puro hão de ver Deus, seguramente que os outros não o verão; aquele que não quis ver Deus não pode ver Deus.

Porque Deus não se vê num lugar, mas, através de um coração puro. Não são os olhos do corpo que procuram Deus; ele não é captado pelo olhar, nem tocado pelo tato, nem ouvido numa conversa, nem reconhecido numa atitude. Julgamo-lo ausente e vemo-lo; está presente e não o vemos. Aliás, nem todos os apóstolos viam Cristo; foi por isso que ele lhes disse: “Há tanto tempo que estou convosco e ainda não me conheceis?” (Jo 19,9)

Com efeito, todo aquele que conheceu qual é “a largura, o comprimento, a altura e a profundidade – o amor de Cristo que ultrapassa todo o conhecimento” (Ef 3,18-19), esse viu também Cristo, viu também o Pai. Porque, no que nos toca, não é segundo a carne que conhecemos Cristo (2 Cor 6,16), mas segundo o Espírito: “O Espírito que está diante da nossa face é o Ungido do Senhor, o Cristo”. Que Ele se digne, na sua misericórdia, cumular-nos com toda a plenitude de Deus, a fim de que O possamos ver!

Assim sendo poderemos apresentá-Lo àqueles que ainda não O conhecem para que tenham também um encontro com a Salvação.

O que você fala de Jesus você o diz com conhecimento de causa? Você conhece Jesus porque lê muito sobre Ele ou porque encarna Sua Palavra como uma comida para a sua alma?

Reflexão Apostólica:

O Evangelho de hoje é fantástico para arguirmos os momentos pelos quais estamos passando e se encaixa muito bem se quisermos fazer uma reflexao em quem nós votamos.

Quem é esse (a) homem (mulher) a quem entregamos o nosso futuro e o futuro dos nossos filhos. Quem é esse (a) homem (mulher) a quem demos todo o poder para decidir sobre nossas vidas. Quem é esse (a) homem (mulher) a quem entregamos tudo o que tem de mais importante para o futuro de nossa sociedade.

Muitos desses homens mascaram seu comportamento com mentiras que desinformadamente pensamos que são verdades, tão bem elas são contadas.

Muitos desses (as) homens (mulheres) assumiram compromissos com a mentira e são escravos, são submissos a grupos poderosos que não querem abandonar o poder.

Precisamos saber, profundamente quem são esses (as) homens a quem entregamos nossas cidades, nossos estados,  nosso País, nossa felicidade e a dos nossos filhos.

Quem gosta de escrever sabe que a maior parte do que pensamos, enquanto escrevemos, não vai pro papel (ou pro computador), mas fica das entrelinhas. Com São Lucas não era diferente… Nós vamos entender isto ao refletirmos sobre o Evangelho de hoje.

Na Palestina da época de Jesus era evidente que todos, em todas as cidades, ouviam falar dEle. E a grande maioria deveria sentir grande curiosidade em conhecer Jesus.

É aí que entra a sensibilidade do escritor… com a passagem de hoje, nós constatamos que até Herodes ficou admirado com o que se falava de Jesus.

Provavelmente, contaram sobre o milagre de Caná, das curas dos doentes, da multiplicação dos pães… e tudo o que parecesse sobrenatural, deixava Herodes perplexo. Ele era muito supersticioso! Por isso que ele pensou logo em João, Elias e os profetas antigos terem ressurgido dos mortos.

O Evangelho conclui dizendo que Herodes “procurava ver Jesus“. Mas PARA QUÊ? Pelo que esta passagem narra, já é possível deduzir… mas para ter certeza, só precisamos passar algumas páginas adiante… quando Jesus é levado diante de Herodes na Sexta-Feira Santa.

Herodes quer ver Jesus realizar alguma “mágica”. Mas Jesus não dirige sequer uma palavra para ele. Herodes não merecia nem uma palavra de Jesus. A arrogância dele era desprezível, literalmente.

PARA QUE eu quero ver Jesus? PARA QUE você quer ver Jesus? Já pensou nisso? Até Herodes queria ver Jesus, de tanto que ele ouviu falar. Normalmente, quando ouvimos falar muito de alguém, ficamos curiosos para conhecê-lo. Você já ouviu alguém dizer para você: “Ah, então você é _____, ouvi muito falar de você!” E você diz: “Falaram bem ou mal?”

Jesus não só ouve falar muito de n´s, como também está sempre por perto, pronto para nos ajudar, caso precisemos e peçamos a ajuda d’Ele.

Ele está muito ansioso para ver cada um de nós… Sabe PARA QUÊ? Para fazer-nos pessoas felizes, agora e para sempre. E esta é uma frase que está cheia de entrelinhas, pois a maneira que Jesus pretende fazer isso é especial para cada pessoa.

A mensagem de hoje então é: PARA QUE VOCÊ QUER VER JESUS? Agora que você sabe PARA QUE Jesus quer vê-lo, fica mais fácil responder essa pergunta? A pergunta natural que irá surgir, quando você fizer sua reflexão pessoal será… COMO EU FAÇO PARA VER JESUS? A resposta para essa pergunta fica para outro dia…
Propósito:

Pai, diversamente dos inimigos de Jesus, eu também quero vê-Lo. Quero conhecer a identidade e a missão de teu Filho, pois é por ele que me guiarei para ser fiel a ti


Categorias

%d blogueiros gostam disto: